Buscar no site:

Oito perguntas que são consideradas politicamente incorretas

Um estudante de RH precisa saber fazer perguntas numa entrevista.

Um profissional lider também. Um gestor mais ainda.

 

Veja abaixo perguntas mal formuladas:

 

 

Você já foi preso? — Um empregador não pode legalmente lhe

perguntar sobre seu registro de prisão, mas sim se você já foi

condenado por um crime. Dependendo do caso, tal situação

não deve desqualificá-lo automaticamente para o emprego,

a menos que esteja diretamente relacionada ao trabalho

em questão. Por exemplo: se a pessoa tiver sido condenado

por estupro e está se candidatando a um cargo em uma

instituição de ensino, provavelmente não conseguirá o emprego.

Você é casado? — Embora o entrevistador possa fazer esta

pergunta para ver quanto tempo você seria capaz de se

comprometer com o seu trabalho, ela é considerada ilegal,

porque revela o seu estado civil e também pode revelar a

sua orientação sexual.

Quais feriados religiosos você pratica? — Empregadores podem

querer perguntar-lhe isto para ver se o seu estilo de vida interfere

com os horários de trabalho, mas esta questão revela a sua religião

e isso é ilegal. Eles podem, sim, perguntar se você está disponível

para trabalhar aos domingos.

Você tem filhos? — É ilegal negar emprego a alguém que tenha

tem filhos ou porque está pensando em tê-los no futuro. Se o

empregador quer descobrir o quão comprometido você estará,

devem fazer perguntas sobre o seu trabalho. Por exemplo: “A

que horas você pode trabalhar?” ou “Você tem outra atividades

que possam interferir no trabalho?”

Qual a sua nacionalidade? — Se você tem um sotaque, esta

pergunta pode parecer inocente, mas é considerada ilegal. Os

empregadores não podem, legalmente, informar-se sobre a

sua nacionalidade, mas podem perguntar, por exemplo, se

você está autorizado a trabalhar em um determinado país.

Você tem alguma dívida? — Os empregadores devem ter sua permissão

antes de perguntar sobre o seu histórico de crédito. Similar a uma história

de antecedentes criminais, não podem desqualificá-lo à vaga em questão,

a menos que isso afete diretamente sua capacidade de cumprir a função

para qual está se candidatando. Além disso, não podem perguntar como

você consegue equilibrar suas finanças pessoais ou inquirir sobre se

possui alguma propriedade.

Você bebe socialmente? — Os empregadores não podem perguntar sobre

seus hábitos de consumo. Nos Estados Unidos, por exemplo, isso viola o

Americans with Disabilities Act (ADA), de 1990. Por exemplo, se você

é um alcoólatra em recuperação, o tratamento do alcoolismo é protegido

sob este ato, e você não tem que divulgar qualquer informação a respeito

de sua deficiência antes de obter uma oferta oficial de emprego.

Quando foi a última vez que você usou drogas ilegais? —

Pedir informações sobre o vício de drogas no passado é ilegal, mas

o empregador pode perguntar se o candidato está usando atualmente

alguma droga ilegal. Segundo as leis americanas, ao contrário do

alcoólatra, o usuário de drogas não é protegido pelo ADA. Neste caso,

o empregador pode perguntar se o candidato faz uso de drogas ilícitas

ou que drogas ilegais ele usou nos últimos seis meses.

 

Finalizando este artigo eu pergunto:

Você precisa se desenvolver em técnicas de entrevista?

Todos nós.

 

Portanto que tal fazer um curso na RHFACIL sobre este assunto?

Você pode fazer um curso online ou presencial (RJ).

Faça contato com a gente:

 

Via email: falecom@rhfacilconsultoria.com.br

Tel.: (21) 2137-0710 ou WhatsApp 21996675898

 

Veja também outros cursos na aba “cursos rh dp”.

 

 

Tags de assuntos » , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nenhum Comentário Para comentar clique aqui!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post.

Deixe um comentário

Siga-nos nas redes sociais:

  • Facebook RHFÁCIL

  • Linkedin RHFÁCIL

  • Grupos Yahoo RHFÁCIL

  • Twitter RHFÁCIL

Desenvolvido por MIMETISMO AGÊNCIA INTERNET.
Faça o site de sua empresa conosco!
Todos os direitos reservados à
RHFÁCIL Consultoria 2011-2012.